10/05/2019

Profissionais e estudantes de enfermagem marcaram presença em evento realizado nas cidades de Eunápolis e Itabuna

Nos últimos dias 6 e 7 aproximadamente 120 pessoas participaram do evento.

 

O Coren-BA promove neste mês de maio eventos em comemoração ao mês da enfermagem. Com uma programação diversa e de caráter educativo, as cidades de Eunápolis e Itabuna reuniram nos últimos dias 6 e 7 aproximadamente 120 pessoas entre profissionais das categorias de enfermagem e estudantes do curso técnico e de graduação em enfermagem.

Eunápolis – No auditório do Instituto Federal da Bahia, a programação do dia 6/05 iniciou com a mesa de abertura em que se fizerem presentes o conselheiro do Coren-BA, enfermeiro Gregório Neto Batista; o diretor acadêmico do Instituto Federal da Bahia (IFBA), enfermeiro Eliseu Miranda de Assis; a apoiadora do Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde da Bahia (COSEMS-BA), enfermeira Márcia Quaresma; e a coordenadora do curso de Enfermagem da UNISUL Bahia, enfermeira Maria Cristina Marques Soares.

Abrindo a programação científica, o enfermeiro Rudval Souza da Silva apresentou a palestra “Empreendedorismo na Enfermagem”. Com um debate intenso e de troca de experiência, os participantes esclareceram dúvidas e mostraram entusiasmo com o assunto: “essa palestra me trouxe novos ares, novas perspectivas de enxergar o campo da enfermagem” – afirmou a estudante do curso técnico de enfermagem do IFBA.

No período da tarde, o enfermeiro Gustavo Emanuel Cerqueira Menezes Junior, membro do GT de Saúde Mental do Coren-BA apresentou a palestra “Bases sociais do sofrimento da(o)s trabalhadora(e)s da enfermagem”.

Itabuna – O evento aconteceu na noite do dia 07/05 no auditório da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna e na mesa de abertura estiveram presentes o provedor da Santa Casa de Itabuna Eric Ettinger de Menezes Junior; a enfermeira e gerente de enfermagem do Hospital Calixto Midlej Ana Paula Carqueija; a enfermeira Adriana Cardoso, gerente de enfermagem do Hospital Manoel Novaes; a enfermeira Gisleide Lima, representando o SEEB; a diretora técnica do Hospital Calixto Midlej, Lívia Mendes; Rodolfo Antônio Nascimento, representando a FUNCEPS e Gregório Neto Batista, conselheiro do Coren-BA.

Iniciando a programação, a palestra apresentada por Saulo Bezerra Novaes, procurador geral do Coren-BA trouxe exemplos reais que tratam da Lei 7498/86 (Lei do exercício profissional) e conclamou às presentes a estarem atentas às competências de cada profissão da enfermagem: “saber qual é a sua atuação, qual é o seu limite, é de suma importância para que você possa atuar bem e valorize a sua profissão”.

Eu acredito! Esse foi o tema da palestra da enfermeira Sandra Valesca Fava, fiscal do Coren Ceará e membro da Câmara Técnica de Fiscalização do Cofen. Em sua fala, a enfermeira sensibilizou o público de Eunápolis (no dia 6/05) e de Itabuna (07/05) ao convidá-la(o)s a acreditar em si mesma(o)s e a se valorizarem na profissão que escolheram: “construa a sua carreira, se dedique, estude, dê um passo por vez, assuma aquilo que você tem competência técnica para fazer e acredite que é possível ser feliz na enfermagem”.

Depoimentos

 

“A nossa profissão está com uma baixa autoestima, então quando a gente discute como empreender dentro da categoria profissional, abre-se um leque de oportunidades, de podermos enxergar que a gente não precisa ficar limitada. Nós temos o poder de estar em todo lugar dessa saúde, seja na rede privada ou pública. A profissional da enfermagem precisa se empoderar para ocupar esses espaços. Esse evento trouxe isso, esse resgate. As falas dos palestrantes tocaram no coração, deu uma expandida nos pensamentos, deu um gás, nos mostrando que é possível, que há um caminho”. (Katiane Santana Laurentino – enfermeira auditora e assistencialista no município de Eunápolis)

 

“Diante do que foi visto hoje, percebemos o quanto somos protagonistas da saúde. Vimos que podemos empreender para conhecer, fazer, mudar, melhorar e realizar, concretizando o cuidado de enfermagem com estratégias inovadoras. Mas para isso precisamos assumir riscos, pois empreender é uma prática constante onde quer que estejamos, é um cuidado para além da doença, é olhar além do cotidiano e do natural e buscar fazer a diferença. Além de tudo é preciso acreditar que podemos realizar o melhor pra nós mesmas”. (Sandriele Rodrigues e Debriane Oliveira – estudantes do curso técnico de enfermagem do IFBA -Eunápolis)

 

“Estou muito feliz com essa parceria com o Coren-BA. Está sendo uma noite maravilhosa compartilhando saberes e redescobrindo a enfermagem através da fala dos palestrantes. Que possamos ter mais momentos como este, consolidando essa parceria, pois sabemos que quando a gente soma, a enfermagem se fortalece”. (Ana Paula Carqueija – gerente de enfermagem da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna)