01/11/2013

O Cedeba no Dia Mundial do Diabetes

O Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba) comemora este ano o Dia Mundial de Diabetes ( 14 de novembro), na Praça do Campo Grande, em Salvador, com o evento: “Diabetes: Universidade Aberta para o Povo”, das 8h30 às 16h30.

A Universidade levará informações sobre diabetes, que serão apresentadas nas faculdades da Alimentação Saudável, Cuidados dos Pés e da Boca, Faculdade do Comprimido e Insulina, Saúde e Cidadania e Faculdade da Atividade Física. Cada apresentação terá duração de 40 minutos e, nos intervalos, 20 minutos de alongamento. Mas cada faculdade repetirá as apresentações seis vezes ao longo dia, permitindo à população participar de quantas faculdades quiser, de acordo com o seu interesse e disponibilidade de tempo. Os horários das apresentações são os seguintes: 9h30, 10h30, 11h30, 13h30, 14h30 e 15h30.

novembro_azul_2013_300_x_200

As atividades começam às 8h30, com a Banda Pracatum, seguida pela abertura do evento pelo secretário da Saúde, Jorge Solla, e pela diretora do Cedeba, Reine Chaves, contando ainda com a presença de representantes das entidades que apoiam o evento: Sociedade Brasileira de Diabetes/seção Bahia (SBD/BA), Sociedade de Endocrinologia da Bahia e Sanofi. Cedeba.

O foco das atividades do Dia Mundial do Diabetes, como justifica a diretora do Cedeba, é a prevenção, com ênfase em temas de grande relevância como a Alimentação Saudável e Atividade Física, por exemplo, aliados na prevenção e no tratamento do diabetes. A programação da Universidade Aberta para o Povo se insere no tema do Dia Mundial de Diabetes que o Cedeba elegeu este ano: “Diabetes: Prevenção e Controle, sua melhor opção”.

Para a população em geral, a Codar recomenda aos municípios a utilização dos meios de comunicação para considerações gerais sobre o Diabetes: promoção de atividades lúdicas em praça pública, em parceria com demais secretarias e/ou instituições voltadas a movimentos comunitários; detecção de suspeitos de diabetes, em pessoas acima de 18 anos (caso haja recursos locais disponíveis), podendo utilizar o Questionário de Escore de Risco.

Para as unidades de saúde, a Codar recomenda rodas de conversas educativas voltadas para o auto cuidado (participação da equipe multidisciplinar e dos agentes comunitários de saúde), colocação de faixas alusivas ao tema da campanha em locais estratégicos, organização de caminhadas e/ou concurso de frases relacionadas à necessidade de controle do agravo, dentre outros.

A Sesab/Cedeba (www.saude.ba.gov.br) disponibiliza no seu site materiais educativos sobre diabetes (cartilhas, cartazes, folders) para serem utilizados como ferramenta de educação em diabetes. Para maiores informações, Sesab/Cedeba/Coordenação de Educação em Diabetes Mellitus, pelos telefones (71) 3270-5676/5696, e-mailcodarcedeba@gmail.com .

Acesse Dia Mundial

O Dia Mundial do Diabetes, data definida pela Federação Internacional de Diabetes, entidade vinculada à Organização Mundial da Saúde (OMS), e introduzida no calendário em 1991, como resposta ao alarmante crescimento do diabetes em todo o mundo, é muito importante por permitir chamar a atenção da sociedade de forma conjunta para a importância da prevenção e controle do diabetes.
A Federação Internacional de Diabetes, em parceria com a Federação Nacional das Associações- FENAD- e Sociedade Brasileira de Diabetes- SBD – continua alinhada ao foco dos cinco anos da campanha (2009-2013) sobre Educação e Prevenção do Diabetes reforçando a conscientização global sobre o diabetes e sua forma de prevenção.

CEDEBA/ABA

 

Fonte: Sesab