06/06/2019

Enfermagem do Hospital Geral Clériston Andrade implantará a SAE

A Resolução COFEN 358/2009 define que a SAE tem por finalidade organizar o trabalho da Enfermagem, quanto ao método, pessoal e instrumentos, d ...

Imagem – Ascom Sesab

A diretoria de enfermagem do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em parceria com a Coordenação de Pesquisa da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e o Curso de Engenharia da Computação da universidade, está finalizando o processo de implantação da SAE (Sistematização da Assistência de Enfermagem).

A Resolução COFEN 358/2009 define que a SAE tem por finalidade organizar o trabalho da Enfermagem, quanto ao método, pessoal e instrumentos, de modo que seja possível a operacionalização do Processo de Enfermagem.

Para Gislane Marins, diretora de Enfermagem do HGCA, a SAE é um marco histórico para a Enfermagem da unidade, pois trará benefícios para a assistência prestada no hospital. “A SAE ofertará segurança e principalmente autonomia para a equipe. Trata-se de um processo sistematizado do cuidado, ou seja, uma melhor assistência ao nosso paciente. Quando registramos de forma organizada e padronizada garantimos a continuidade do tratamento com segura, integração e qualidade, além de favorecer mapas de assistência que nos permite avaliar indicadores de cuidado fornecendo dados para pesquisas importantes na melhoria da assistência de enfermagem”, afirmou Gislane.

O projeto de implantação do sistema vem sendo construído ao longo dos últimos 7 anos. O objetivo é prestar uma melhor assistência ao paciente e ao profissional da área de enfermagem. O sistema já foi testado e validado por profissionais do HGCA, que aprovaram a instalação na unidade.

Coren-BA – O Conselho Regional de Enfermagem da Bahia possui um Grupo de Trabalho de SAE (GT/SAE) composto pelas enfermeiras Ieda Maria Fonseca Santos (coordenadora), Alexandra Noemi Silva e Marilaine Matos de Menezes Ferreira, que são especialistas no tema e têm auxiliado profissionais e unidades de saúde sobre esclarecimentos quanto a aplicação da SAE e o aprimoramento dessa ferramenta no cotidiano profissional.

A autarquia também disponibiliza através do site o e-book “SAE – Um guia para prática”, documento produzido a partir do resultado dos debates com profissionais de distintos serviços de saúde e das discussões e reflexões do GT/SAE que vêm atuando e provocando momentos de reflexões sobre o tema.

Clique aqui para fazer o download do arquivo

O e-book contempla uma discussão inicial sobre as competências e habilidade dos auxiliares de enfermagem, técnicas(os) de enfermagem e enfermeiras(os) com base na LDB; discute a SAE com base na Resolução COFEN 358/2009; O método científico e o pensamento crítico na enfermagem; bases teóricas que devem sustentar a visão, missão e os valores do serviço de enfermagem; apresentação e descrição detalhada das etapas do Processo de Enfermagem; os principais Sistemas de Classificação em Enfermagem, bem como apresenta uma abordagem sobre o dimensionamento de pessoal como ferramenta tecnológica que subsidia a implantação e implementação da SAE nos distintos serviços de saúde em prol da segurança do paciente.

*Com informações da Ascom Sesab