25/08/2017

Encontro discute o ensino da ética na enfermagem

O evento reuniu profissionais de enfermagem para discutir a importância das normativas que orientam a conduta ética do profissional em sua atuação

A Câmara Técnica de Ensino e Legislação (CTELE) realizou nesta quinta-feira (24) o I Encontro de Ensino da Ética, no auditório da Escola de Enfermagem da Universidade Federal da Bahia (UFBA). O evento foi aberto pelos membros da CTELE, os professores Engrácia Figueredo Lima e Gilberto Tadeu Reis da Silva, a diretora da Escola de Enfermagem, professora Carolina de Souza Machado, e a presidente do Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren-BA), Maria Luísa de Castro Almeida.

Após a mesa de abertura, aconteceu a Mesa Redonda “Visão dos Diferentes Atores/Atrizes sobre as Abordagens Éticas e a Prática Profissional em Enfermagem”.  A enfermeira Engrácia começou a exposição, trazendo casos de erros da enfermagem repercutidos na mídia e discutiu a postura ética do profissional tanto no ambiente do serviço quanto nas redes sociais (espaços onde informações viralizam rapidamente e julgamentos acontecem de forma precipitada). Ao discutir os aspectos éticos da profissão, Engrácia levou para a Mesa Redonda sua perspectiva como membro do Plenário do Coren-BA, que julga os processos éticos abertos no Conselho. A enfermeira Solange Souza Santos, membro da Comissão de Processos Éticos do Coren-BA, falou sobre o Código de Processo Ético do Sistema Cofen/Corens e compartilhou sua experiência de atuação na Comissão. A mesa contou ainda com a contribuição da advogada Luciana Novaes da Assessoria Jurídica do Coren-BA que levou para o debate a perspectiva jurídica na aplicação da legislação que regula a conduta ética do profissional.

Para a enfermeira Gabriela Menezes, que mediou o debate, tudo que foi discutido serve de alerta para que os profissionais ali presentes não enfrentem em sua carreira a difícil situação de sofrer um processo ético. “Precisamos nos munir de conhecimento e nos apropriar da nossa normativa, resoluções e do nosso Código de Ética para orientar nossa atuação”, afirmou Gabriela.

No período da tarde, a programação do Encontro seguiu com a Conferência “Ética no Ensino da Enfermagem e a Ética no cotidiano Profissional”, com a Pró-reitora de Ensino de Graduação e Pós-graduação da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP), Maria de Lourdes de Freitas Gomes, sob a mediação do professor Gilberto Tadeu Reis da Silva. A professora Maria de Lourdes fez um relato de suas experiências, levando o público à reflexão sobre ética nas práticas profissionais e também no cotidiano. “É preciso buscar esta reflexão sobre a ética no ensino, serviços e comunidade, de forma integrada”, afirmou, ressaltando ainda a necessidade de ver nas instituições de ensino e nos serviços o que pode ser feito para debater as questões éticas. “Reunir os professores de ética, o conselho, os serviços e trabalhar numa perspectiva de aprender juntos”.