03/09/2019

Coren-BA realiza capacitação sobre SAE, Ética e Legislação da Enfermagem em Maiquinique

  O Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren-BA) promoveu

 

O Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren-BA) promoveu na última quarta-feira (28), na cidade de Maiquinique, a capacitação sobre Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE), Ética e Legislação de enfermagem para profissionais que atuam no hospital e na atenção básica da cidade. A conselheira Primeira Tesoureira, Aline Soares e a colaboradora Enf.ª Ieda Fonseca, membro do Grupo de Trabalho SAE, foram designadas para a atividade.

O encontro teve o intuito de esclarecer sobre a necessidade e importância da SAE para melhoria da qualidade, otimização do processo de trabalho em enfermagem e da segurança do paciente. O pedido da capacitação foi encaminhado à presidência do Coren-BA pela enfermeira responsável técnica do Hospital Maternidade Municipal de Maiquinique, Enf.ª Sirnólia de Jesus Alves Marques, após visita da fiscalização do Coren-BA.

Aline Soares explicou sobre os princípios éticos e legais da enfermagem e enfatizou a necessidade de estar em situação regular para o pleno exercício da profissão. Ela também falou sobre a importância dos registros de enfermagem para a segurança do paciente e dos(as) profissionais de enfermagem.

“A capacitação é muito importante e ficamos felizes de poder contar com o órgão que nos habilita. Solicitei, fomos atendidas e tivemos a honra de receber em nosso município a tesoureira Aline Soares e a coordenadora da GT Bahia, Ieda Fonseca, visando a apresentação sobre o Código de Ética da Enfermagem e a aplicabilidade do SAE”, afirmou  Sirnólia Marques.

Já para o técnico de enfermagem e socorrista, Mateus Dias, é prioridade estar apto para desempenhar o exercício prático da profissão com seguridade, destreza, de forma ética, respeitando crenças, credos e valores. “Eu destaco essa capacitação realizada pelo Coren-Ba como tendo sido necessária, proveitosa e de suma relevância, visto que com a atualização do Código de Ética da Enfermagem, nós, profissionais tivemos a oportunidade de nos inteirar sobre as novas mudanças. Vocês nos moldaram, estão fazendo de nós profissionais mais fortes, conhecedores de nossos direitos e deveres frente à classe trabalhadora de Enfermagem”, concluiu Mateus.