03/10/2013

Coren-BA marca presença durante o 16º CBCEnf

Liderado pela presidente do Coren-BA, Maria Luísa de Castro, uma comitiva composta por conselheiros, assessores, profissionais de enfermagem, além de representantes do Sindicato dos Enfermeiros do Estado da Bahia (SEEB) e do Sindisaúde Rede Privada participou da abertura do 16º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem (CBCEnf), ocorrida na noite de ontem (02), na cidade de Serra, Espírito Santo.

_MG_0822

A mesa de abertura contou com as presenças do presidente interino do Cofen, Osvaldo Albuquerque, do presidente do Coren-ES, Antônio José Coutinho, do secretário estadual de saúde, José Tadeu Marino, da vice-prefeita do município de Serra, Lourência Riani, além de representantes políticos e da área de saúde. As 27 delegações dos Conselhos Regionais também foram recepcionadas, ao som de músicas representativas dos seus estados, pelos conselheiros federais do sistema Cofen/Corens.

O “Compromisso com a Ética e a Responsabilidade Social” é o tema central desta edição do congresso. Coerente com a proposta, a presidente Maria Luísa, junto ao plenário do Conselho, optou por receber os visitantes do stand do Coren-BA durante o congresso distribuindo exemplares do Código de Ética de Enfermagem. “Considero muitíssimo importante esta ação, principalmente nesse momento em que a enfermagem vem sendo provocada a fazer uma reflexão profunda sobre a sua inserção no mundo do trabalho e, sobretudo, na condução de suas organizações”, destacou.

SAM_0379

A programação científica segue o sábado dia 05 com inúmeras palestras, cursos, mesas redondas e conferências. A comitiva da Bahia se dividiu para acompanhar as discussões. A mestre em enfermagem, representante da Diretoria de Aposentados do SEEB, Maria do Carmo Moraes, ressaltou a pertinência dos temas abordados na programação, mas fez uma ressalva: “Há muitos temas importantes para enfermagem sendo discutidos no congresso. Contudo, acho que algumas palestras deveriam ser oferecidas gratuitamente, pois tratam de assuntos que precisam estar mais acessíveis às nossas categorias”.