05/04/2018

Campanha 2018 de Conscientização sobre Doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa

As doenças inflamatórias intestinais (DII) são um tormento para milhões de pacientes ao redor do globo. E uma pesquisa recém-lançada mostra que suas repercussões não se limitam ao aparelho digestivo: o problema também está relacionado com o ataque cardíaco.

A descoberta vem do Hospital Universitário do Centro Médico de Cleveland, nos Estados Unidos. Os experts analisaram os prontuários médicos de 17,5 milhões de pacientes e descobriram que 211 mil deles (o equivalente a 1,2% do total) tinham sido diagnosticados com Crohn ou retocolite ulcerativa.

Quando os dados foram comparados aos de indivíduos saudáveis, as taxas de infarto eram 23% maiores naqueles com algum desses distúrbios intestinais. Pior: entre os sujeitos mais jovens, a probabilidade de um ataque cardíaco era nove vezes superior.

Fonte: Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn