02/06/2020

Artigo aborda ação do Cofen na saúde mental dos profissionais na pandemia

Através do projeto 'Enfermagem Solidária', milhares de profissionais são atendidos emocionalmente por um grupo com este fim

A pandemia da Covid-19 intensificou ainda mais o estresse – já habitualmente enfrentado – no contexto do trabalho dos profissionais da Enfermagem. O desgaste físico e psíquico destes profissionais motivou o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), por meio da Comissão Nacional de Enfermagem em Saúde Mental, a criar e aplicar o programa de apoio emocional ‘Enfermagem Solidária’.

Com o intuito de refletir sobre o assunto, Dorisdaia Humerez e Rosali Barduchi Ohl, membros da Comissão de Saúde Mental, juntamente com Manoel Neri da Silva, presidente do Cofen, escreveram o artigo ‘Saúde Mental dos Profissionais de Enfermagem do Brasil no contexto da Pandemia Covid-19: ação do Conselho Federal de Enfermagem’. O sétimo artigo, publicado na biblioteca digital da Universidade Federal do Paraná (UFPR) finaliza a série de trabalhos relacionados ao tema, mostrando a contribuição do Cofen ao implantar este importante projeto durante a pandemia.

“Os profissionais da Enfermagem fazem parte de um dos grupos mais afetados, expostos ao risco de contágio e da dor emocional que afeta consideravelmente a saúde mental”, afirmou Rosali. “Por isso, o Cofen e a Comissão de Saúde Mental tiveram a ideia de criar um espaço de atendimento efetivo a esses profissionais que se encontram na linha de frente na atuação da pandemia”, finalizou.

Para ler este artigo na íntegra acesse o site.

Fonte: Ascom – Cofen